Conto até dez…

Pra não te ver, fecho os olhos. Pra esquecer, conto até dez. Troco de roupa. Prendo a respiração. Viro a página. Ouço outra música. Conto até dez. Durmo mais tarde. Saio mais cedo. Fecho as janelas. Faço as malas. Conto até dez. Sumo daqui. Escrevo coisas sem sentido. Faço coisas das quais tenho medo. Falo coisas nas quais não acredito… Até quando? Quando? Conto até dez…

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Publicado em Generalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *