Cores

Não gosto de dias cinzas

Quero dias cor-de-rosa
Dias azuis
Dias coloridos

Quero luzes
Quero arco-íris
Quero você

(Quer ser meu prisma?)

***

Mas, hoje, o meu prisma foi uma palavra. (Nunca subestimem o poder das palavras.)

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Publicado em Versos.

Um comentário

  1. … achei novamente esta poesia li a
    uns anos atrás e achei linda mas não
    conseguia achar novamente…
    ela é simplesmente ma-ra-vi-lho-sa..
    bjo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *