Saudade

Eu não ia postar nada hoje. Está tarde. Estou cansada. Estou de TPM. Meu braço direito dói. E minha conexão é discada. Mas ouvi uma música antiga e me lembrei de uma pessoa.

Uma dessas pessoas que marcam a nossa vida. E depois somem. É engraçado como as pessoas perdem o contato sem um motivo evidente. Vão se afastando, se afastando… Até que, quando se dá conta, você nem sabe mais como encontrá-la. A vida é mesmo estranha. Ou nós é que somos estranhos?

Perdemos oportunidades. Desperdiçamos momentos. Desfazemos laços. Mantemos aparências. Um dia eu aprenderei a dizer tudo o que quero na hora certa…

Não, não estou melancólica. Este é um post alegre. Percebi que a saudade também pode ser boa. Também pode nos trazer de volta bons sentimentos. Pode nos fazer sorrir escondidos. Pode nos fazer querer dançar de novo. De preferência, a mesma canção…

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Publicado em Generalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *