Customizando a vida

Pouquíssimas pessoas que lêem este blog devem saber, mas eu sei costurar. Sim, eu sou uma moça extremamente prendada (rs rs…). Já fiz roupas, bolsas, acessórios, roupa de cama, capa de sofá, cortina… Acho legal pegar um tecido novinho em folha, meter a tesoura, costurar aqui e ali e tchãrannnnn: roupa nova! Mas o que mais me agrada é a transformação, a reforma e a customização de peças. A-do-ro!

Pegar aquela calça fora de moda e transformar em uma saia bacana. Dar de cara com uma bermuda antigaça e insistir que ela vai ser uma frente-única de arrasar. Ganhar um vestido lindo que a amiga não quer mais e dar uma ajustada no tamanho. Olhar pra uma blusinha sem graça e achar que ela merece perder as mangas e ganhar umas lantejoulas. Coisas de quem tem humor inconstante e alguma habilidade com tesoura, agulha e linha… Sem contar que é o máximo alguém elogiar a sua bolsa e vc poder dizer: “Fui eu que fiz!”. 😉

Mas não, eu não vou abrir loja, botar banquinha de camelô ou virar sacoleira: isto não é um merchandising… (rs…) Só me ocorreu falar sobre isso pq estava aqui pensando em como preciso customizar a minha vida. Transformar sentimentos inúteis em algo mais novo e mais bonito. Me ajustar à realidade. Arrancar as rendinhas dos sonhos. Restaurar a coragem. Fazer a bainha na preguiça e no conformismo. Recuperar velhos objetivos. Aplicar uns paetês na auto-confiança.

E se hoje não fosse domingo, eu juro que iria ao armarinho mais próximo buscar alguns aviamentos para remendar meu coração. Remendar, não… Customizar! Pq aí o remendo não precisa ser discreto. Passa a aparecer como detalhe e não como defeito. E é exibido com orgulho, pois só embeleza a peça. Afinal, quem disse que um coração remendado não pode ser fashion???

 

corcust.jpg

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Publicado em Crônicas e Contos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *