Me rendo

Não há explicação. Nem quero tentar entender. Os planos foram feitos para serem mudados. O desejo nos trai e viramos outra pessoa. Só sei que já não tenho dúvidas: quero essa incógnita. Quero viver essa incerteza.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Publicado em Generalidades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *