Trair e coçar

Todo ser humano que perambula pela face da Terra e tem ou teve algum relacionamento amoroso é certo que já esteve alguma vez envolvido em uma traição, seja de um lado, seja de outro, seja só na desconfiança. Porque SEMPRE vai ter alguém que não resiste à grama (ou seria pasto?) verdinha do(a) vizinho(a), do(a) primo(a), do(a) amigo(a), do(a) colega de trabalho etc. etc., e acaba caindo na maRdita tentação.

Homens e mulheres caem nessa (até porque eu não tô aqui pra defender ninguém, muito pelo contrário), mas o que sempre observo é que os motivos para entrar nessa, digamos, empreitada, geralmente são diferentes.

Mulher trai basicamente por dois motivos:

O primeiro deles é porque se “apaixonou” por outro. Ela tava lá bem e feliz da vida (ou não) com seu atual, mas apareceu aquele deus grego, fofo e inteligente que a deixou caidinha. Numa dessas, mete os pés pelas mãos e se mete num triangulozinho básico.

O segundo é pelo motivo mais burráldico que existe: vingança. Se a mulher descobre que está sendo traída por seu parceiro, muitas vezes consegue a proeza de se fingir de morta e pagar na mesma moeda. Mesmo que não conte nunca ao namorado, mas apenas por uma malévola satisfação pessoal. Olho por olho, chifre por chifre, fica tudo em casa.

Já os homens quando traem são menos específicos e menos complicados: querem mesmo é variedade. Simples assim, sem motivos escusos ou planos mirabolantes. O negócio é que eles simplesmente não conseguem evitar a atração pelo sexo oposto. É aquele esquema: se usa saia tá valendo. Tudo culpa daquela cabeça de baixo que funciona mais do que a de cima.

Resumindo: mulheres traem porque pensam demais, homens traem porque pensam de menos.

No final das contas, não importa a razão. O resultado da cagada mal dada é que fatalmente alguém vai sair machucado nessa história. Por isso ainda prefiro o galinha assumido ao certinho que te bota chifre pelas costas. Porque traição, sob o meu ponto de vista, não é estar com outra pessoa, mas pegar outra e fingir que não. Traição não tem nada a ver com promiscuidade, e sim com falta de verdade.

Não é querer dar lição de moral de ninguém, cada um é dono do seu nariz, sabe das consequências dos seus atos e cada um sabe da sua verdade. Mas é tudo tão complicado que é melhor evitar essa dor de cabeça. Portanto, queridos, se bater aquela coceirinha pra pular a cerca, é melhor tacar logo um Vodol antes que vire ferida.

. . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . . .
Publicado em www.MuleBurra.com.

28 comentários

  1. Antes um galinha assumido a um certinho que te coloca chifre pelas costas. É verdade. Eu saí durante muitos meses com um carinha todo certinho, namoradinho perfeito, só tinha olhos para mim, eu era “O” tipo de mulher dele. Até que um belo dia me botou um belo par de chifres, que eu nunca teria sabido se não fosse pela pessoa que ele escolheu para me trair: minha amiga.

    O cara certinho, que “só” tinha olhos para mim, tinha também olhos, braços, boca para todas…

    Bjos

  2. Acho que há muito tempo as mulheres traíam por motivos mais “passionais” como paixonite ou vingança. Hoje a coisa já não é mais assim e a mulherada, numa guerra dos sexos que busca igualdade de valores e atitudes com os homens traem simplesmente por pura atração física mesmo. Claro que por parte dos homens ainda existe um número maior de traições dessa natureza, simplesmente pelo fato de ser “aceitável” socialmente. Acho inclusive que se a mulher tivesse ainda mais respaldo social, trairia beeem mais! Por isso ñ concordo em justificar a traiçõ feminina somente nas questões emocionais.
    Fiz sentido? rs

  3. Ah, concordo…melhor Vodol do que a ferida;
    Melhor terminar e partir pra outra sem dor na consciência, né?!
    Se der errado pelo menos você tá livre e a vida é feita de escolhas, néum?!
    Cada um pasta o quanto ‘quer’.

  4. nao sei se ja fui corna…n descobri…mas trai meu ultimo namorado..e o arrependimento e a culpa jamais valerão a pena…meu relacionamento foi deteriorado por isso…e eu n sei se conseguirei,algum dia,fazer ele confiar em mim de novo de q n representou nd…foi uma atração fisica sim…uma noite e eu pus td a perder…nao aconselho mesmo..de maneira alguma…faz meses q eu tento mostrar q estou de fato arrependida…e ele diz q gosta de mim mas q acha q n da mais certo…e eu nem sei o q fazer…=/

  5. Não sei se já fui traida…é bem provavel que sim, mas meu ultimo namo traí ele logo no começo do namoro……pelo simples fato de muitas pessoas virem me fala q ele nao valia nada….e eu acabei ficando com um carinha q ja ficava….. nunca mais faço isso na minha vida…é a pior coisa……apesar de eu ser perdoada por ele…e o namoro durar 2 anos…. (nao sei se ele me traiu)…..em todas as brigas ele jogava na minha cara oq eu fiz com ele…. isso é horrivel…. Jurei a mim mesma q nunca mais faço isso com ninguem….. aprendi….q isso machuca a outra pessoa e a nós mesmas….

  6. Concordo em gênero número e grau ! Afinal na época de nossos pais se dava a desculpa da traição pelo fato das pessoas se casarem e ter que viver até a morte juntos! mas hoje não nem essa desculpa pq ngm está “obrigado” a estar com outra então não traiam simplemente vivam sem assumir nada sério com ngm!

  7. aaainnnn, amigaaaummm…eu sou adepta à fidelidade, vc sabe… jogo todos os vudus do inferno aos infiéis…mas cá entre nós, às vezes há uns amiguinhos DELE, q só Jesus na causa.

  8. E eu…q tô bem com meu namorado e tudo mais…e o tal do Deus Grego apareceu…e passo horas e mais horas, levando cantadas dele no meu serviço…e me fazendo de desentendida…ahhhhhhhhhhhhhhhhhh…dá uma vontade de fugir, mas tem horas que dá é mesmo vontade de cair na tentação. Ô situação difícil!!!!

    bjus…help meee!!!

  9. discordo… mulher não trai pq pensa dmais, trai pelos mesmos motivos q o homem: vontade , tesão, diversão! essa é uma visão bem romântica do que seria uma mulher….

  10. É. Não vale a pena tentar fazer da traição no feminino algo mais profundo ou justificável. As coisas que têem mais valor não são as mais fáceis. Fidelidade é, mais que um sacrifício, um requisito de qualquer relação de sucesso. Isso vale até para swingers.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *